Meu colibri, uma pedaço da natureza na minha casa!

Meu colibri, uma pedaço da natureza na minha casa!
A liberdade que tanto buscamos está perto de nós, na natureza!

Gruta de Palhares MG Março 2010

Gruta de Palhares MG Março 2010
Gruta de Palhares, local onde Eurípedes Barsanulfo fazia suas orações.. Pura emoção!.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A PAZ ENTRE TODAS AS CRIATURAS


A paz entre todas as criaturas

E derramando sobre todos Sua bondade e luz, Jesus nos deixou um legado de paz e de amor eterno, ao convidar seus irmãos para juntos refazerem seus caminhos, rumo à paz e união de todos...

A paz somente se consolidará quando os homens se conscientizarem de suas responsabilidades, perante seus iguais, descendo de suas falsas ilusões de grandeza, igualando-os aqueles que náufragos de si mesmos, necessitam remar em comunhão de amparo...

Enquanto os homens se isolarem dentro de suas falsas proteções materiais, olvidando daqueles que estão à margem da sociedade, daqueles que necessitam serem amados e protegidos em suas mais difíceis provações, seus caminhos egoístas serão arenosos e tortuosos...

Não existem boas ações, que isoladas de objetivos comunitários, realizem aquilo que Jesus tanto nos delegou, que fossemos as masmorras, que limpássemos os enfermos, que tratássemos os equivocados, que convidássemos a mesa os transviados do caminho; recordemos suas lições, para a paz universal ser exercida, no limiar da aurora do amor Cristão...

Governemos nossos destinos, na luz que ilumina consciências, em renovação espiritual, acolhendo em nossos corações, os irmãos que sedentos de paz, nos procurem para juntos crescermos em união e paz...

Que brilhe em vossos corações, a luz mantenedora e a fé que revigora almas em desalinho, buscando naqueles que desconhecem a Divina claridade, o caminho que devemos percorrer, para juntos colhermos os bons frutos da semeadura proposta e realizada, na paz que renova...

Se nossos bons sentimentos, forem utilizados e potencializados na doação de nossos corações, aos enfermos de toda sorte, realizaríamos proezas inigualáveis, nos setores onde a paz é necessária, doando nossos fluidos de amor, operando a paz e a fraternidade, na paz que consola...

Busquemos a paz, onde as trevas tenham se instalado e devolvamos a eles toda a magnânima bondade, em que o Pai nos envolveu, desde o início da criação, até os dias de hoje, que ponte para o futuro, devem ser renovados na paz que une todas as criaturas...

Que a paz seja o início, o meio e o final da jornada de amor eterno!
De coração a coração reconciliar!

Florianópolis, 02 de outubro de 2014 








sexta-feira, 10 de outubro de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - ESQUECIMENTO DO PASSADO


Esquecimento do passado

E lançando sobre nós um véu que nos encobriu o passado, permitiu que retornássemos a terra, junto daqueles que nos era necessário conviver, para que na convivência de amor, aprendêssemos o verdadeiro sentido da reencarnação...

E distante das facilidades e tranquilidade da erraticidade, partimos para atingir os corações de nossos amores perdidos, na busca da felicidade, na reconciliação da estrada...

Deus achou por bem que pudéssemos enfrentar a nova vida, munidos das vivências anteriores, mas sobre elas ocultou nossos defeitos, nos preservando das mazelas adquiridas no tempo, para que na nova oportunidade, pudéssemos alterar nossos corações na direção do bem e do amor...

E na marcha evolutiva inerente a todas as criaturas, recolocou novamente ao nosso lado, criaturas que no passado comum, nos magoaram, magoamos e precisamos recuperar reciprocamente esse amor do passado, que invariavelmente nos acompanha na marcha de ascensão a Deus...

Somos todos passageiros de uma terra de raras oportunidades, desejamos evoluir para sanar nossas dívidas terrenas, em especial dentre aqueles que reiteradamente convivemos, e Deus em sua sabedoria ímpar, soube derramar sobre nossos espíritos, todo o gérmen da bondade, veículo de nossa transformação, mas precisou recolocar o céu que nos ocultou os vícios, na real finalidade, nosso bem e nossa ascensão...

E sob esse manto de proteção, jamais se esqueceu de amparar os passos, na direção de nossos objetivos comuns; a reparação de delitos familiares, com a amorosidade da convivência familiar, dentre os viajores da longa peregrinação, para o êxito de todos...

E na face orvalhada das dificuldades, somos os mensageiros da renovação a que fomos chamados, para de tempos em tempos adquirir, ideais de crescimento mútuo, que mesmo nas ilusões terrenas, sob o véu que nos inocenta a alma, vislumbramos a luz da redenção, no lar a que fomos chamados a servir...

E através dos nossos irmãos que nos entravaram e cercearam o adiantamento em vidas carnais que se foram, resgatamos no hoje e preparamos o futuro mais promissor, no lar que transitório na terra, nos prepara a voos maiores, no futuro feliz, onde juntos permaneceremos, servindo a Deus e a todos os irmãos da luta regeneradora...

Bendito seja o véu que Deus nos ofertou como bálsamo reconfortante, a ser desvendado e descoberto na medida de nosso merecimento, ao final da feliz caminhada, no cumprimento de nossas missões no amor de dentro do lar, para a fraternidade universal!


Florianópolis, 21/08/14 – Evangelho no lar.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A PIEDADE QUE CURA



A piedade que cura


Na perfeição dos ensinamentos de Jesus, a piedade bem compreendia, eleva os homens na sua missão sobre a Terra, que exercida com a finalidade de amparo, lança bençãos de luz aos que sofrem de vicissitudes e dores cruéis...

A piedade exercida com humildade, interfere no psiquismo dos pacientes, elevando as taxas de auto cura, nas necessidades pessoais de melhoramento contínuo, na busca da perfeição, a que todos são submetidos, na incessante renovação interior...

A piedade que alavanca mentes tombadas nos abismos do passado, retroagindo o sofrimento a que estavam vinculadas, corrigindo as doenças criadas pelas culpas, que impostas a si mesmas, flagelam as almas, impedindo-as de caminhar plenas de luz e paz...

A piedade, na condução dos destinos dos homens que mais preparados estão, para executar as tarefas de Jesus na Terra, enviando aos necessitados, o amor em forma de piedade Cristã, no mar de bençãos que ela pode proporcionar a todos os filhos do Criador...

A piedade, celeiro de bençãos reconfortantes, desviando do caminho largo, os homens de boa vontade, que necessitam de irmãos abnegados, a lhes conduzir ao seio do Pai, harmonizados em suas missões, curados em suas chagas, sitiados que foram nas culpas, amparados agora pela piedade daqueles que já conhecem os preceitos Divinos...

A piedade, barco do amor, que sobre as águas cristalinas da fé, alavanca os homens rumo ao porto do amor, destinação feliz, daqueles que souberam transmitir a cura aos espíritos fracassados, ávidos pela porta estreita, onde o Pai aguarda piedoso pelos seus filhos, que chegaram através do amparo e da piedade entre irmãos...

A piedade, singelo instrumento Divino, que na fecundação e colheita fraternal, devolve a humanidade, os frutos semeados de outrora, que alimentarão os viajantes da estrada estreita e curta, que bem conduzida, levará todas as criaturas ao repouso feliz, depois de cumpridas as determinações Divinas, no amparo e na humildade, da piedade com amor...

A piedade, oráculo bendito, unindo os homens, na sustentação de seus dias, produzindo alegrias a todos os continentes, luzes de fraternidade, arco íris de benemerência, fagulhas de cura, que entregues ao vento, se encarregam de curar os aflitos, na piedade que ama, dias sem fim...

Que os homens possam compreender a piedade, como fonte segura e abundante, na irrigação dos ensinamentos de Jesus, a jorrar sobre todos os filhos, para que o progresso, adiantamento e elevação, até os mundos mais felizes, se faça em tempo aprazível...

O coração como chave para a piedade que cura...
A mente como geradora de piedade doutrinária...
O amor como base na emanação da piedade que salva...
O afeto como terapia a piedade que transforma...
O conhecimento como sustentáculo a piedade que dissolve culpas...
A humildade como ponte, para juntos alcançarem a margem segura...

Florianópolis, 23/01/14 – Evangelho no lar.



domingo, 28 de setembro de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - AS DORES DE NOSSAS ALMAS


As dores de nossas almas

“Bem aventurados os que sofrem, pois serão consolados – Jesus”.

O sofrimento, como alavanca de cura de nossas almas, nos alça a patamares infindáveis, no crescimento de nossos espíritos, que buscam saciar a sede de conquistas, rumo ao refazimento do ser integral...

O Pai que nos deu a vida eterna, ampara a todos os sofredores da estrada, conhece suas limitações, dignifica seus espíritos, para a caminhada regenerativa prosseguir, curando as almas que aceitam as dores como bálsamos de cura real...

Nossas almas anseiam por mudanças felizes, na verdadeira cura proposta, onde as dores que outrora impingimos ao próximo, retornam maculando nossos espíritos, na consciência que busca amadurecer, pela dor transformada em aceitação e amor...

Deus em sua infinita misericórdia, exerce um controle amoroso, sobre todos os tutelados, que oriundos de erros em sua intimidade infantil, do berço a maturidade, segue a passos firmes, abraçados ao Seu amor de Pai sincero...

A angústia, armazenada em séculos de desacertos, fragiliza nossos espíritos, bloqueando os canais da misericórdia que prossegue nos amparando e curando...

A dúvida, atroz inimiga de nosso progresso pessoal, acarreta profundas máculas, que não dissolvidas, nos impedem de prosseguir, nas estradas infinitas da caridade que cura...

A discórdia, veneno destruidor, que flagela nossas almas, atormenta nosso crescimento, obstrui a reconciliação dos que travam as mesmas lutas, a caminho da auto aceitação e da recuperação dos que trilharão a volta para casa, curados e felizes...

O medo, fomentador da inércia oculta, indiscutível inimigo dos nossos espíritos sedentos de cura, erva daninha que destrói nossas mais sinceras convicções, obstaculizando as transformações necessárias, ocultando nossas qualidades, que adormecidas, inúteis serão na caminhada da cura e da paz...

A vaidade, veneno oculto, enraizado em nossas almas, que cegas do materialismo desnecessário, segue fazendo vítimas, alardeando falsos altares, destruindo belas oportunidades no bem, pintando tenebrosos quadros, na imensidão das dores que viemos retificar...

E na pequenez e lacunas que ainda permitimos, os espaços alcançar em nossos corações, as ervas daninhas se instalam, insalubres, dissonantes, oferecendo solo pantanoso e impedindo que as flores redentoras brotem, curando e reformando nossos destinos...

Vibrem nas lembranças das mensagens deixadas e gravadas em nossas almas, pelo bom Pastor, que a todos curou, nem remédios conhecia, na simplicidade de sua magnânima e virtuosa presença, implementando rotinas seguras e suaves tratamentos, aos que verdadeiramente souberam plantar e colher, na busca da cura interior...

Que todas as forças do universo se unam aos homens, que sinceramente motivados, na cura de suas almas, estendendo aos seus irmãos das estradas, para mudanças estabelecer, princípios recuperar, dissonâncias suavizar, equívocos desfazer, na sublime tarefa da cura espiritual realizar!

Das dores de nossas almas, ao amor universal, versado por Deus, na vida que segue imortal!

Florianópolis, 05/12/13 – Evangelho no lar.


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - MÃOS DA ESPERANÇA


Mãos da esperança

“Bem aventurados aqueles que creem, porque verão a Deus” – Jesus.

Bem aventurados todos aqueles, que munidos de fé e compromisso com a verdade, emanam de si esperança e consolo aos corações sofridos, que necessitam de luz e amparo do alto...

Bem aventurados os irmãos que abençoados pela Divina claridade, se doam às carências alheias, trazendo a esperança aqueles que sofrem a separação temporária, oferecendo mãos dadivosas e mente generosa à comunicação entre os dois mundos...

Bem aventurados os trabalhadores fieis, que emprestam seus corações, às inúmeras dores que assolam as famílias, dores que desesperam e desestruturam lares, oferecendo letras qual precioso diamante, a iluminar e reerguer as vidas que tombadas pela dor, vislumbram o futuro no amor renascido...

Bem aventurados os cooperadores persistentes, que souberam suplantar as dificuldades inerentes à tarefa Cristã, que Deus permitiu fossem portadores, para o bem espalhar em todas as instâncias, reluzindo e espargindo o amor em forma de vocabulário consolador...

Bem aventurados os filhos, que Deus destinou a maior de todas as faculdades, a de trazer esperança, semear a fé, divulgar as verdades imortais, propagar a boa nova, reacender a doçura perdida através do labor de suas mãos operosas, na infinita doação de si mesmos, na caridade que salva...

Bem aventurados os trabalhadores da ultima hora, que souberam conduzir a legião de sofredores do além, na reconciliação necessária, para que todos tenham vida nova, vida em abundância, no amor que se renova, pelas mãos da esperança...

Bem aventurados os abnegados sinceros, que munidos de coragem e perseverança, no altruísmo de que são portadores, se entregam a tarefa de consolar corações, amenizar dores, intermediar conflitos, amparar caídos, na singular oferenda de amor, de mentes que sofrem a mentes que operam a renovação da vida...

Bem aventurados os mensageiros que seguem na estrada da evolução, sem olvidar de suas missões maiores, sem esmorecer na causa do amor, sem questionar as Divinas faculdades, sem desistir de prosseguir na estrada da regeneração; pela ponte da mediunidade, que une todos os irmãos na feliz caminhada, na renovada caridade, no pleno cumprimento, pelas mãos da esperança...

De Deus para o guardiães de luz, do guardiães para os mensageiros da Terra, dos mensageiros para os corações agradecidos, na continuidade das vidas que seguem pelas mãos da esperança...

Florianópolis, 31/07/14 – Evangelho no lar - Trindade

sábado, 16 de agosto de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A FÉ COMO SUSTENTÁCULO DIVINO


A fé como sustentáculo Divino

Diante das provas da vida terrena, o homem se depara com a falta de fé, que deve sustenta-lo no decorrer das sucessivas vidas, a fim de concretizar em seus corações, o amor que deve reger seus passos no infinito dos dias...

No entanto, embora tão forte sentimento esteja no DNA de seu espírito, as máculas são impressas, no dia a dia da luta pelo próprio adiantamento, pelos esforços contínuos e laboriosos com que deve conduzir seu progresso, na íntima regeneração para o amor, como destino feliz...

Permitam que Deus escreva, nas páginas eternas de suas vidas, com o imenso amor que destina a todos os filhos, que na estrada tardia, segue laborando, angariando, transmutando as mágoas em verdadeiros oásis de paz, através da fé que consola e salva os homens, na reflexão de si mesmos...

E na medida em que as provas cresçam, na imensidão dos dias escuros, que a luz da fé e da razão seja a lamparina acesa, sustentada pelos seus corações, para que possam transpor da escuridão a luz, seus espíritos sedentos de reparação, na fé que renova, na fé que os projeta ao futuro de glórias nos céus...

Sejam oráculos na escuridão dos dias de provas terrenas, aos irmãos, que saídos das trevas de si mesmos, necessitam apaziguar os ânimos, reerguer corpos cansados, beber da água da misericórdia, sorver da fonte segura da renovação e retornar ao campo para a semeadura recomeçar...

Todos os atributos lhes foram presenteados, o gérmen implantado, a fé robusta depositada no renascimento na carne, a razão na correta proporção das suas necessidades e parceiros dos dias, de braços dados lhes acompanham os passos, mas a trajetória é pessoal, intransferível e repleta de novas provas, objetivando a solidez de seu caráter, na completa renovação de seus espíritos nascidos frágeis, mas com amplos poderes de crescimento para a evolução na fé que revigora e cura...

E quando seus olhares se perderem na imensidão dos dias de luta íntima, recordem do Divino pastor, que soube na labuta dos dias, renovar a fé que o Pai lhe dotou, transmitindo aos seus irmãos de dor, os ensinamentos, que deverão permanecer no imo de si mesmos, como sustentáculo eterno, no crescimento das trevas para a luz do amor...

Na fé que resiste ao endurecimento, na fé que não desiste da caminhada, na fé que derruba obstáculos, na fé que remove montanhas, na viagem dos homens rumo ao Pai que a todos aguarda, em seus braços de amor, para o merecido repouso...

A escuridão transformada em luz pela fé que salva!


Florianópolis, 10/07/14 – Evangelho no lar.

terça-feira, 29 de julho de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - MENSAGEM AOS CORAÇÕES MATERNOS


Mensagem aos corações maternos

E Deus criou o homem a sua semelhança e nele depositou o gérmen Divino, que lhe permite transitar na Terra semeando em fecundas terras, a colher seus frutos maduros e repletos de sabedoria...

Trouxe em seu berço de amor, as mães, amorosas criaturas que através de Sua bondade, reuniram seus corações, para novas vidas perpetuar, pelos braços da Divina reprodução, no embalo de seios fraternos, de um amor sem igual...

Honrem os presentes que a vida eterna lhes permitiu acalentar, continuem perseverando na conduta desses seres, que vieram reaprender a amar, olvidem as injúrias provenientes dos rebeldes que permanecem na infância do espírito, ajudando-os a semear em solo fértil, para um próspero futuro, na semeadura, germinação e colheita feliz...

Deus criou as mães e nelas colocou o melhor de seu afetuoso coração, a semente que trabalhada com dedicação, promoverá frutos sinceros e agradecidos, àquela que renunciou a felicidade na Terra, em favor da regeneração e instrução de seus filhos tão amados...

E na trajetória das vivências sucessivas, entre alegrias e intempéries, seus filhos benditos, aos poucos amadurecidos, asas renascidas, para o voo magnânimo e feliz; diante da vida que segue triunfante e bela, dos braços do Criador universal, atravessando portais de cultura e sabedoria, para o retorno ao Pai, no futuro de plena e virtuosa parceria, no reencontro de almas afins...

Mães, quando viestes aqui transmutar, todas as deficiências guardadas no âmago de seus corações, o Pai Celestial lhes permitiu que fostes conduzidas pelo Mestre e cordeiro Divino, sendo amparadas pelos amorosos guardiães, recuperando preciosas qualidades morais; afim de que seus amados filhos, tesouros de suas almas, recebessem do alto, novas chances de juntos transitarem no mundo, a fortificar suas relações maternais, no triunfo do mais puro e verdadeiro amor!

Mães que choram...
Mães que abençoam...
Mães que renovam espíritos fragilizados...
Mães que removem montanhas por seus filhos...
Mães que acodem desesperados corações...
Mães que desconhecem defeitos...
Mães que parceiras de Deus, oferecem ventre amigo...
Mães que acolhem espíritos carentes...
Mães que educam para o amor...
Mães que amam incondicionalmente...
Mães do amor!


Florianópolis, 17/07/14 – Evangelho no lar 

sábado, 19 de julho de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A TRAVESSIA DA ESCURIDÃO PARA A LUZ


A travessia da escuridão para a luz

Ha, se todos os homens se recordassem da luz que se originou, na ocasião de sua saída dos céus, da força que recebeu para cumprir as aflições na terra e do quanto foram beneficiados por essa luz Divina; jamais reclamariam quando as trevas e a escuridão novamente se aproximassem deles...

Deus, Pai magnânimo, eterno companheiro e apaziguador de nossos dias, nos preparou com imenso amor e coragem, para que pudéssemos aqui nos educar, no cadinho das dores, com único objetivo, que tivéssemos luz em nossos corações e aprendêssemos a amar, como Ele nos amou, intensamente, grandiosamente, como Senhor de nossos atos e crescimento para a luz eterna...

Despertou nossas consciências para que pudéssemos transpor os degraus da maioridade espiritual, a que fomos preparados desde a tenra idade, no vaivém das sucessivas encarnações, para que os ensinamentos sejam solidificados e permaneçam atuando todos os dias, na escola de turno integral...

Acalmem seus corações, pois é doce a recompensa nos céus, para os filhos que trouxeram no íntimo o gérmen do amor e da bondade, transmutando os resquícios de escuridão, na luminosidade da luta interior, que na batalha dos dias, vence e se recompensa na volta aos céus...

Transformem seus dias de dificuldades, de animosidades, de torturas mentais, de sofrimentos recorrentes, em luz que abrilhanta seus caminhos, que acende os corações necessitados, que apaga as cinzas do passado delituoso, que oferta novos horizontes, que alavanca seus espíritos, rumo ao porto seguro, da escuridão a luz eterna...

Sejam faróis a iluminar a doce travessia dos homens, porto de esperança aos viajores da longa jornada terrena, acalmem os corações daqueles que iniciaram a caminhada na mesma estrada evolutiva e que de braços dados se fortalecem e alcançam juntos a ponte da paz...

Ponte que embora distante, se define esplendidamente iluminada e ao fim da jornada explode de luz, ao receber as bençãos dos céus, finda a transformação, ao final dos dias terrenos, com os pés fortemente depositados, do outro lado da ponte de luz!


Florianópolis, 03/07/14 – Evangelho no lar - Trindade.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - O INCRÉDULO PERANTE DEUS


O incrédulo perante Deus

A escola da vida eterna, doce benção derramada dos céus, àqueles que necessitam apaziguar dissensões, reanimar egos destruídos, pela volúpia dos dias pagãos, reerguer pedras amontoadas em desigual ordem, de ínfima importância e elementar utilidade...

E no limiar da crença vulgar, entre as dúvidas e as verdades imortais, reina absoluto um Deus de amor e misericórdia, Pai amantíssimo, a iluminar as criaturas, pela bendita escola da vida, construindo seu reino dentro de cada coração infantil...

Na obscuridade das trevas interiores, na ilusão das moradas felizes na terra, na impermeabilidade dos corações incrédulos, na desfaçatez dos perseguidores implacáveis, das verdades ocultas, na tormentosa peregrinação dos seres que julgam, renegam, repudiam; erguem-se dos céus, iluminados Espíritos, encarregados de levantar os ânimos dos descrentes da atualidade...

Trabalhadores abnegados, servidores do além, se vestem de humildade, a fim de apaziguar os corações que jazem endurecidos, amalgamados e travestidos de falsas convicções, na renovação de seus ideais e postulados Cristãos, na busca de tratar as feridas deixadas pelos vícios de um passado que chora por renovação e paz...

Deus em sua ímpar sabedoria, conhecedor de todos os filhos, designa a cada um a misericórdia dos dias, com paciência e amorosidade, desejando e proporcionando aos homens a atmosfera necessária à sua própria recuperação, ignorando os incrédulos e amparando a todos, na marcha da fé, rumo ao sublime despertar individual...

Disponham seus corações, no topo da evolução, que embora tardia, jamais será esquecida, nenhum filho se apartará do Pai, nenhuma leviandade será relembrada, nenhuma ovelha se desviará da seara do crescimento, nenhuma família está esquecida aos olhos do Criador, independente das crenças e das dificuldades do caminho até Ele...

Que a bondade, a justiça e o reerguimento dos irmãos, seja sempre a meta dos homens, que mesmo temporariamente distantes de Deus, na cegueira de si mesmos, recebam Suas benesses, renovando pouco a pouco, os obstáculos criados em sua própria mente, para que possam vislumbrar a beleza ímpar, Daquele que nos fez pequenos, com grande potencial de regeneração, a alcançar os céus, na plenitude dos dias terrenos!

E que Seu amor possa tocar os corações hesitantes e solidificar a caridade e amizade entre todas as criaturas, no alcançar da fé e da razão!


Florianópolis, 26/06/14 - Evangelho no lar - Trindade.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - ESCUTE A VOZ DO SEU CORAÇÃO




Escute a voz do seu coração

Toda a sabedoria está contida nessa máxima: Escuta a voz do seu coração e segue...

Quando Deus nos criou, simples e ignorantes, depositou em nossos espíritos o gérmen do amor e nos fez aptos a seguir seus ensinamentos, pela voz do coração...

Quando estiveres tristes e desanimados, envolvidos em densas nuvens de preocupação, recordem Daquele que a vida nos deu para que tivéssemos êxito em nossa caminhada e nos ensinou a ouvir a cor do coração...

Sua mansuetude e abnegação nos outorgaram valores éticos, com a finalidade de suprir nosso caminhar, do berço ao túmulo, da dúvida a razão, sintonizado conosco, pela voz do coração...

E sempre que nos desviarmos do caminho proposto, do aprimoramento de nossos espíritos, retornemos ao início da caminhada, permitindo que nossos corações ouçam as prioridades, nascidas na ignorância, semeadas na luta e depositadas no amor, na ascensão do ser perfeito que almejamos, na escuta de nossos sábios corações...

E no gotejamento sempre sincronizado, na sinfonia de nossas vidas em constante crescimento para Deus, seguimos adquirindo a necessária harmonia, que apesar de nossas maiores resistências, seguem o curso do Criador, que abençoa nossos propósitos, guiados pela voz do coração dadivoso...

Os percalços da vida material, necessidade de nossos corpos densos, o dia a dia turbulento, os inimigos de nossa caminhada, são empecilhos necessários, para que transformemos a atmosfera insalubre em campos de paz, onde nossos espíritos poderão enfim, receber bençãos tão almejadas, na escuta de nossos corações fortalecidos...

Jesus em sua trajetória iluminada, nos sofrimentos atrozes que lhe foram impostos, na flagelação de seus dias, jamais se permitiu olvidar da luz que Lhe conduzia na perfeita sintonia com Deus, pela voz do coração...

Ouçam os seus corações, insistam na reconstrução de si mesmos, conduzam suas vidas, se guiem na escuridão, amparem os viajores da estrada evolutiva, levantem os cegos de corações despedaçados, unindo suas forças, na música Divina, abrindo seus corações, escutando seus apelos, para a ascensão definitiva, nas escuta do amor!

Escutem seus corações!

Florianópolis, 06/03/2014 – Itaguaçu.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A LEI E A JUSTIÇA DIVINA


A lei e a justiça Divina

Sob o véu do esquecimento, reinam verdades absolutas, que constituem a formação dos mundos, véus que ocultam males de outrora, véus que obscurecem nossas almas, com o intuito de aprimora-las, na necessária retificação, que as leis Divinas se encarregam de cumprir, ceitil por ceitil, encarnação por encarnação, para o êxito final, o sucesso alcançar...

Com os dias decorridos, as leis se aplicando, os caminhos se abrindo, as montanhas ultrapassando, os véus começam a permitir que raios solares de bençãos recaiam, nossas visões se ampliem e na aplicação das leis de retorno, possamos atenuar nossas faltas, na compreensão das diretrizes impostas para o aprimoramento de nós mesmos...

E nas leis que retificam, leis que regeneram, leis que solidificam, leis que ultrapassam fronteiras, leis que ordenam atitudes sãs, leis que orientam viajores, leis que rompem as barreiras da ignorância, leis que reúnem antigos adversários, leis que amparam desafetos, leis que Deus criou para que pudéssemos crescer, através das dores, para o amor sem fim...

Clareiem o caminho daqueles que desconhecem a Divina paternidade, almas que desamparam almas, perdidos que estão no calabouço de si mesmos, desnorteados pela ilusão do ouro, dos bens que fazem as paixões terrenas, amparem aqueles que sob o véu da ignorância enlameiam sua história, mas necessitam do amor, que supre os corações, na efetiva aplicação da justiça Maior...

Que o sentimento de compaixão seja o motivador do seu amparo, o baluarte de sua atuação, o símbolo de sua bendita e irrestrita benevolência; para que sejas o auxiliar Divino, na escola da regeneração, apoiando seus destinos, na condução serena de seus dias, na percepção do quinhão a ser depositado, no clareamento das estradas em que as Divinas leis serão cumpridas...
Irmãos amparando irmãos...

Vidas após vidas cumpridas...
Escolas aprimorando leis eternas...
O conhecimento a ser distribuído...
O aprendizado das leis que salvam vidas...
O direcionamento aos viajores da estrada...
O amor que a todos beneficia, no fiel e salutar cumprimento das leis que Deus designou para os filhos que necessitam amar para servir!


Florianópolis, 15/05/14 – Evangelho no lar.

terça-feira, 13 de maio de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - NA PSICOSFERA DA ALMA


Na psicosfera da alma

E Deus criou o mundo, derramando sobre ele sua misericórdia infinita, criando os filhos que o habitarão, trazendo os irmãos em similitude e animais diversos, que amorosamente compartilharão a natureza e juntos amarão seu Pai e a todos como iguais por todo o infinito...

No começo eram apenas trevas e silêncio, aos poucos a luz se fez, iluminando os polos, equilibrando a natureza, afim de que seus habitantes harmoniosamente aprendessem a conviver, na amizade, crescimento e amor mútuos, na imensidão dos dias que viriam...

Do pântano sombrio, criaturas submersas, oriundas de outros orbes, ressurgiam em meio a luz que emanava do alto, renovando as intenções, refazendo a trajetória na renovação autorizada pelo Pai, ressurgindo das cinzas de si mesmos, rumo ao amor infinito, passo a passo, planeta a planeta, sol a sol...

E no aproveitamento benéfico das virtudes depositadas no âmago, do ser criado a Sua semelhança, surge o novo homem que semeia, rega, colhe e cresce em caridade, renovação e amor, retribuindo com gratidão Aquele que a vida lhe deu, conforme sua compreensão do mundo...

É grande a distância que separa as criaturas do Criador universal, na imensidão de suas encarnações sucessivas, porém, na observância das leis que regem o universo, podem eles retomar a estrada reta, sempre que se desviarem do caminho proposto, a se reaproximarem em qualquer tempo, em qualquer situação...

E de todas as virtudes amealhadas em suas almas, pode o homem conhecer a sublime e singela qualidade, herdada de um Pai gentil, a vontade de compartilhar o amor entre seus irmãos, por todas as vivências, até que seu aprimoramento esteja firmado, entre a terra e o céu...

Não guardem dúvidas da Bondade Divina, que permite aos seus filhos, na depuração de suas almas, conviver com irmãos em dificuldades morais, renitentes no mal, em desarmonia espiritual, irmãos que lhes servem de intermediários na sua educação, para as virtudes a serem alcançadas, lhes rogando amparo através de suas necessidades de retificação, habitando sua psicosfera, vivenciando seus dias, na bendita escola da vida...

São irmãos em desenfreadas atitudes de vingança, espargindo suas dores morais na forma de desarmonias sucessivas, lhes impingindo nódoas de ódio a serem combatidas com as flores do perdão incondicional, com o néctar da caridade cega, com as rosas que embelezam trevas interiores e permutam escuridão em luz...

Esses mesmo irmãos que hoje lhes rogam auxílio fraternal, na forma de agressões descabidas, são amores de outrora, enegrecidos da dor da vingança, da maledicência, da ingratidão, de uma época em que tudo eram flores e que o tempo transformou bons sentimentos, em rusgas e cobranças devidas, a se transformarem em amor recuperado, pelos laços da irmandade perdida no tempo...

Que as vendas sejam retiradas dos olhos embaçados, olhos que só enxergavam o egoísmo de si mesmos, ingratos as benesses Divinas, que possam vislumbrar os irmãos que juntos iniciaram a caminhada, munidos do mesmo amor, iluminados pelo mesmo gérmen Divino, que no egocentrismo da estrada própria, olvidaram do amparo, da ajuda aos desvalidos e da vigilância de si mesmos, na retomada da caridade que começa em casa e se estende ao infinito...

E na psicosfera de suas almas que necessitam apaziguar, acolher, reviver, florescer, acariciar, revejam suas metas, reiniciem a acolhida sincera, acalmem o sofrimento alheio, reergam irmãos adormecidos no leito da estrada, relembrem as dificuldades aonde foram abrigados, perdoem a si mesmos e de malas prontas reprogramem a viagem de suas almas, nos tempos infinitos, para o Pai que a todos aguarda, nas lições aprendidas, na psicosfera que lhes pertence, reaprendendo a amar...

Amor em abundância...
Fé em contínua renovação...
Prudência com as atitudes impensadas...
Resignação com os Desígnios Divinos...
Aceitação com as mudanças necessárias...
Recuperação dos amores perdidos no tempo...
Gratidão a Deus e aos anjos...
Conforto em Jesus como Mestre do amor...
Retidão nos dias que seguem...
Amor em abundância...

Um espírito amigo!


Florianópolis, 08/05/14 – Evangelho no lar.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A CADA UM SEGUNDO SUAS OBRAS




A cada um segundo suas obras

Estamos aqui irmãos, para lhes dar um testemunho da nossa fé, nosso amor e dedicação ao Criador incessante e bom, a fé que antecede a obra, a fé que movimenta a obra...

Inócua e vazia é a fé sem obras, que egoísta, se esconde na vaidade, no orgulho e na falta de objetivos concretos, a preparação se faz urgente, a fé robusta que eleva, na obra vital para reerguimento dos homens...

Se tendes fé, tens coragem, se tendes amor, tens um propósito, se tendes abnegação, tens vitalidade, se tendes carinho, tens obras, se tendes saúde mental, tens caridade pura, se tendes sabedoria, tens o necessário para as obras realizar...

As dificuldades? Elas estarão sempre presentes, ao lado dos que trabalham no bem; a ignorância? Igualmente se fará presente nas mentes, que desvinculadas do amor Divino, sofrem na inércia; a injúria? São flechas atiradas, pelos que se comprazem no mal e na escuridão, dardos venenosos que o tempo e amor se encarregarão de curar, mas a obra não pode parar...

Estaremos sempre a postos, na imensidão dos tempos, lhes conduzindo ao trabalho, lhes amparando e protegendo das intempéries e lhes sacudindo a perseverar nas obras do Pai...
Busquem as obras, em nome daquele que nos amou, protegeu, amparou e permitiu que no trabalho honesto e salutar, renovássemos nossas forças e pudéssemos retornar ao campo de batalha pelo bem, pelo próximo, por Cristo, enfim, pelo Pai que aguarda a todos, segundo suas obras...

Muitos são os caminhos abertos, vários companheiros de jornada, poucos os verdadeiros irmãos de fé e obras, mas perseverar é vital para o sucesso no porvir e quando a coragem faltar, lembrem-se de Jesus, que se permitiu padecer no Gólgota, para encerrar sua trajetória terrena, cercado de coragem e obras...

Não se deixem iludir pelas falsas obras, pelas inacabadas peças, pela imperfeita visão do futuro, pelo orgulho do caminho percorrido no bem sem obras, no bem que faculta apenas aos seus espíritos um crescimento ilusório, consolidem em todos os seus passos as obras do amor, nos corações carentes e adormecidos...

Creiam que tudo está ainda por começar, que as páginas desse livro da vida, começam a ser preenchidas e que a participação da fé, do amor, das virtudes conquistadas em suas almas, são alavancas renovadoras, impulsos para o alto e elevação para o encontro com nossas verdadeiras raízes espirituais...

A fortaleza das realizações concretizadas no âmago do ser, se fortalecerão e consolidarão no bem que fizerem, na magnitude das obras, jamais ocultadas e esquecidas...

Trabalhem no bem, que o bem os levará para mais perto de Deus! Boas obras meus filhos!

Florianópolis, 15/11/12 – Trindade – durante o evangelho no lar. 

terça-feira, 1 de abril de 2014

MENSAGEM DE ESPERANÇA - A CRUZ E A ESPADA



A cruz e a espada

“Mas que seja vosso falar, sim sim, não não” Jesus – Matheus.

No decorrer da caminhada, abraçando as dificuldades, o homem regenera sua alma, exercitando a caridade, com amparo aos necessitados, entre a cruz e a espada...

As decisões que lhe rodeiam a existência, deverão ser tomadas, exercendo o livre arbítrio, benção Divina, presente dos céus, para que ele compreenda sua destinação a favor do próximo e de sua recuperação, rumo a morada da alegria, entre a cruz e a espada...

No berço de uma nova existência, ele sofre os labores do recomeço, sob o véu do esquecimento abençoado, mas a medida que as lembranças se acendem como uma chama ardente, volvem as dificuldades pretéritas e se exilam na negação do progresso individual, planeado sob as bençãos Divinas, qual bússola, entre a cruz e a espada...

E no oceano de inúmeras possibilidades, na matéria densa que é chamado a vivenciar, ele acolhe sua destinação, obscurecendo pela vaidade e egoísmo seu caminho proposto ou iluminando o retorno para casa, de braços abertos com o amor compassivo, entre a cruz e a espada...

Dissabores na caminhada? Luz nos passos inseguros...

Dissensões familiares? Recorda-te do teu passado delituoso...

Tropeços na estrada? Levanta-te e anda...

Dificuldades no labor diário? Recupera os irmãos que caminham contigo...

Estás doente? Retira a venda de teus olhos carnais e a cura se fará...

Buscas e não encontras? Confia no Senhor que te rege os passos...

Caminhas infeliz? Ergue teus olhos em direção a Deus, ore com fervor e retome os passos...

Estás desanimado? Conte os degraus alcançados e verás que muitos ainda estão na horizontal do início...

Estás em dúvida? Eleva teus pensamentos, acolhe Jesus no teu espírito e segue...

Somente o amor, exercido na plenitude dos dias, pode iluminar os passos, daquele que na humildade, no labor, na dedicação, na abnegação, na caridade que sustenta, pode erguer aos céus, o homem que renasce para exercer com fé as tarefas reconciliatórias, na luta diária, rumo a paz merecida, nos braços do Criador!

Das colônias de regeneração, a trajetória terrena, o retorno ao lar, entre a cruz e a espada...

Na luta de nossos dias, na esperança que alcança, na sublimidade e pureza dos corações que desejam o reencontro eterno!

Florianópolis, 20/02/14 – Evangelho no lar.